VOLTAR

Xilol


Sinônimos: Xileno, dimethyl benzene, xylol, methyltoluene.

Fórmula química: C6H4 (CH3)2


1) IDENTIFICAÇÃO DOS DANOS


AVISO: Danoso ou fatal se for ingerido. Afeta o sistema nervoso central. Causa severas irritações na pele, olhos e trato respiratório. Pode ser danoso se absorvido pela pele.


Índices:
Saúde: 2 – moderado
Flamabilidade: 3 – severo
Reatividade: 0 – nenhum
Contato: 2 – moderado


Equipamento a ser usado em laboratório: luvas, óculos e casaco protetores.

Código de Armazenamento: vermelho (inflamável) *Etiqueta deve conter a precaução de se evitar contato com olhos, pele e roupas, respiração da poeira. Deve conter também instruções de se usar com ventilação adequada.


Efeitos potenciais à saúde:


Inalação

Causa irritação ao nariz e garganta. Em altas concentrações pode causar náusea, vômito, dores de cabeça e severas dificuldades de respiração, dores e tosse. Vapor em alta concentração é anestésico.

Ingestão

Causa sensação de queimadura na boca e estômago, náusea, vômito e salivação. Pequenas quantidades nos pulmões podem causar severas hemorragias com danos pulmonares ou morte.

Contato com a pele

Causa perda da camada natural de óleo na pele e freqüentemente resulta em dermatites.

Contato com os olhos

Os vapores causam irritação. Pode causar queimadura na córnea e danos nos olhos.

Exposição crônica

Inalação crônica pode causar dor de cabeça, perda do apetite, nervoso e palidez. Contato repetido ou prolongado pode causar rachaduras na pele. Repetida exposição pode causar danos na medula óssea, causando baixa quantidade de células no sangue. Pode prejudicar o fígado e os rins.

Agravo das condições pré- existentes

Pessoas com desordens de pele ou problemas nos olhos, com falhas no fígado, rim, sangue ou função respiratória falha podem ser mais suscetíveis aos efeitos da substância.

2) MEDIDAS DE PRIMEIROS- SOCORROS


Inalação
Remover o indivíduo ao ar livre. Se não estiver respirando, fazer respiração artificial. Se respirar com dificuldade, dê oxigênio. Procure ajuda médica.
Ingestão
Se for ingerido, o vômito pode ocorrer espontaneamente, mas NÄO O INDUZA. Se ocorrer vômito, mantenha a cabeça em um nível mais baixo que os quadris para prevenir aspiração pelos pulmões. Nunca dê algo pela boca para uma pessoa inconsciente.
Contato com a pele
Lave imediatamente com água corrente e sabão por, pelo menos, 15 minutos. Remova a roupa contaminada e os sapatos. Procure ajuda médica. Lave as roupas e os sapatos antes de reutilizá-los.
Contato com os olhos
Lave imediatamente com água corrente por, pelo menos, 15 minutos, abrindo e fechando ocasionalmente as pálpebras. Procure ajuda médica imediatamente.



3) MEDIDAS EM CASO DE INCÊNDIO


Fogo
Inflamável. Contato com fortes oxidantes pode causar fogo.
Explosão
Acima do ponto de ebulição, forma mistura explosiva com o ar. Os containers podem se romper com o fogo.
Meio de extinção de fogo
Usar pó químico, espuma ou dióxido de carbono.


AVISO ESPECIAL EM CASO DE INCÊNDIO: No caso de fogo, usar equipamento protetor completo, contendo respirador individual operando com demanda de pressão ou outro sistema de pressão positiva.



4) MEDIDAS PARA VAZAMENTO ACIDENTAL


Ventilar e isolar a área de vazamento. Remover toda fonte de ignição. Usar equipamento de proteção pessoal apropriado. Quando ocorrer o vazamento, recolher o material num container apropriado, absorvendo-o com material inerte (como terra, areia seca, etc.) para descarte posterior, usando um método que não gere lixo.



5) MANUSEIO E ARMAZENAMENTO


Mantenha o material em um container bem fechado, armazenando-o em local fresco, seco e bem ventilado, longe do fogo e de substâncias incompatíveis. Proteja-os contra danos físicos. Os containers vazios deste material são tóxicos pois retêm resíduos; observe todos os avisos e precauções com relação ao produto.


6) CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO PESSOAL


Sistema de Ventilação: um sistema de exaustão local ou geral é recomendado para manter a exposição do usuário(a) a menor possível. O sistema local é preferível porque controla a emissão do contaminante em sua origem, prevenindo dispersão dele numa área maior.

Respiradores pessoais: para as condições de uso em que há exposição à poeira ou vapor, um respirador de meia face contra poeira e vapor é efetivo. Para emergências e instâncias em que não se sabe os níveis de exposição, use um respirador inteiriço de pressão positiva. AVISO: respirador com purificação de ar não é efetivo num ambiente deficiente de oxigênio.

Proteção da Pele: use luvas protetoras e roupas limpas que cubram todo o corpo.

Proteção dos Olhos: use óculos químico- protetores. Mantenha uma fonte para lavar os olhos na área de trabalho.


7) ESTABILIDADE E REATIVIDADE


Estabilidade: Estável sob corretas condições de uso e armazenamento.

Produtos de sua decomposição: Forma monóxido de carbono e componentes orgânicos não identificados.

Polimerização do produto: Não ocorrerá.

Incompatibilidade: É incompatível com fortes oxidantes e ácidos.

Condições a se evitar: Manter longe do calor, chamas, fontes de ignição e substâncias incompatíveis.


8) INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS


Destino no ecossistema: Quando liberado no ar, esta substância por ser degradada por reação fotoquímica produzindo radicais hidróxi. Tem uma meia- vida de menos de 1 dia.

Toxicidade ambiental: É tóxico para a vida aquática. A dose letal para peixes é entre 10 e 100 mg/L.


9) CONSIDERAÇÕES PARA ELIMINAÇÃO


Sempre que não for possível salvar a substância para reutilização ou reciclagem, esta deve ser colocada em um aparato aprovado e apropriado para eliminação do lixo. O processamento, o uso ou contaminação deste produto pode alterar a forma de administrar o lixo.