VOLTAR

Ácido Acético


Sinônimos: Acetic acid, Ácido etanóico, Ácido carboxílico, methane carboxylic acid.

Fórmula química: CH3COOH


1) IDENTIFICAÇÃO DOS DANOS


AVISO: Corrosivo! O líquido causa graves queimaduras por todo o corpo. Se for ingerido pode ser fatal. Nocivo se for inalado. A inalação do vapor pode causar problemas no pulmão e dentes. O líquido e o vapor são inflamáveis.


Índices:
Saúde: 2 – moderado
Flamabilidade: 2 – moderado
Reatividade: 2 – moderado
Contato: 3 – severo


Equipamento a ser usado em laboratório: luvas e avental impermeáveis; óculos de segurança ou protetor facial.

Código de Armazenamento: branco (armazenamento separado) *Etiqueta deve conter a precaução de se evitar contato com olhos, pele e roupas, respiração do vapor. Deve conter também instruções de se usar com ventilação adequada.


Efeitos potenciais à saúde:


Inalação

Pode causar irritação nas mucosas do nariz, garganta, pulmão e dificuldade na respiração.

Ingestão

A ingestão pode causar graves ferimentos e levar à morte. Os sintomas são dor de garganta, vômito e diarréia. A ingestão de 1 ml resulta em perfuração do esôfago.

Contato com a pele

Causa sérios problemas de pele. Os sintomas incluem vermelhidão, dor e queimaduras.

Contato com os olhos

A solução pode causar sérios ferimentos seguidos de perda de visão. A exposição ao vapor pode causar intensa lacrimação e irritação nos olhos.

Exposição crônica

Exposição repetida e prolongada pode causar manchas na pele, desgaste e exposição dos dentes, inflamação crônica do nariz, garganta e brônquios.

Agravo das condições pré- existentes

Pessoas com desordens de pele ou olhos e com função respiratória falha devem ser mais suscetíveis aos efeitos da substância.



2) MEDIDAS DE PRIMEIROS- SOCORROS


Inalação
Remover o indivíduo ao ar livre. Se não estiver respirando, fazer respiração artificial. Se respirar com dificuldade, dê oxigênio. Procure ajuda médica.
Ingestão
NÃO INDUZA O VÔMITO! Se possível, dê grandes quantidades de água ou leite. Nunca dê algo pela boca para uma pessoa inconsciente. Procure um médico imediatamente.
Contato com a pele
Lave imediatamente em água corrente por, pelo menos, 15 minutos. Remova a roupa contaminada e os sapatos. Lave as roupas e os sapatos antes de reutilizá-los. Procure ajuda médica.
Contato com os olhos
Lave imediatamente com água corrente por, pelo menos, 15 minutos, abrindo e fechando as pálpebras. Procure ajuda médica imediatamente.


3) MEDIDAS EM CASO DE INCÊNDIO


Fogo
Líquido e vapor são inflamáveis. O contato com oxidantes fortes pode causar fogo.
Explosão
Acima do ponto de ebulição, a mistura ar- vapor é explosiva.
Meio de extinção de fogo
Usar água, pó químico ou dióxido de carbono.


AVISO ESPECIAL EM CASO DE INCÊNDIO: No caso de fogo, usar equipamento protetor completo, contendo respirador individual operando com demanda de pressão ou outro sistema de pressão positiva.


4) MEDIDAS PARA VAZAMENTO ACIDENTAL


Ventilar e isolar a área de vazamento. Remover toda fonte de ignição. Usar equipamento de proteção pessoal apropriado como máscara com filtro especial e completa proteção do corpo e olhos. Quando ocorrer o vazamento, recolher o material num container apropriado, fazer a diluição com água e a absorção com material inerte. Não jogue no esgoto, pode contaminar água e ar.


5) MANUSEIO E ARMAZENAMENTO


Mantenha o material em um container bem fechado, armazenando-o em local fresco, seco e bem ventilado, longe do fogo e de substâncias oxidantes. Os recipientes para guardar o ácido acético devem ser de aço inoxidável ou de vidro. Deve ser armazenado longe de ácido crômico, peróxido de sódio e ácido nítrico, pois quando em contato com esses produtos é particularmente perigoso. Os containers vazios deste material são tóxicos pois retêm resíduos; observe todos os avisos e precauções com relação ao produto.

Trabalhar com ácido acético somente em capelas; a evacuação das águas residuais no esgoto ou nos rios não deve ser efetuada, sem corrigir o pH entre os limites de 5,5 e 8,5.


6) CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO PESSOAL


Sistema de Ventilação: um sistema de exaustão local ou geral é recomendado para manter a exposição do usuário(a) a menor possível. O sistema local é preferível porque controla a emissão do contaminante em sua origem, prevenindo dispersão dele numa área maior.

Respiradores pessoais: para as condições de uso em que há exposição à poeira ou vapor, um respirador de meia face contra poeira e vapor é efetivo. Para emergências e instâncias em que não se sabe os níveis de exposição, use um respirador inteiriço de pressão positiva. AVISO: respirador com purificação de ar não é efetivo num ambiente deficiente de oxigênio.

Proteção da Pele: use luvas protetoras e roupas limpas que cubram todo o corpo.

Proteção dos Olhos: use óculos químico- protetores. Mantenha uma fonte para lavar os olhos na área de trabalho.


7) ESTABILIDADE E REATIVIDADE


Estabilidade: Estável sob corretas condições de uso e estocagem. O calor e a luz podem desestabilizar o composto. Quando misturado com água libera calor e vapor tóxico.

Produtos de sua decomposição Quando aquecido pode liberar vapores irritantes como dióxido de carbono e monóxido de carbono.

Polimerização do produto: Não ocorrerá.

Incompatibilidade: Ácido acético é incompatível com ácido crômico, ácido nítrico, etilenoglicol, ácido perclórico, triclorofosforoso, oxidantes, peróxido de sódio, corrosivos fortes, carbonatos, hidróxidos, óxidos, fosfatos e com a maioria dos metais (exceto alumínio), que quando reage, produz gás hidrogênio, que pode formar uma mistura explosiva com o ar.

Condições a se evitar: Manter longe de calor, chamas, fontes de ignição e substâncias incompatíveis.


8) INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS


Destino no ecossistema: Quando liberado no ar, esta substância pode se degradar por reação química produzindo radicais hidróxi. Quando liberado na água ou no solo, se torna biodegradável.

Toxicidade ambiental: Esta substância é tratada como tóxica à vida aquática.


9) CONSIDERAÇÕES PARA ELIMINAÇÃO


Sempre que não for possível salvar a substância para reutilização ou reciclagem, deve ser colocada em um aparato aprovado e apropriado para eliminação do lixo. O processamento, uso ou contaminação deste produto pode alterar a forma de administrar o lixo.